A Kakao, gigante de Internet sul-coreana criada em 2010 e que recentemente lançou seu próprio blockchain, anunciou que planeja lançar uma carteira chamada “Klip” no final deste ano.

A empresa publicou uma página de teaser na guia “Mais” em seu aplicativo KakaoTalk nesta segunda-feira (12), de acordo com uma publicação da CoinDesk Korea , oferecendo alguns detalhes sobre o produto planejado.

Desenvolvido pela afiliada GroundX da Kakao, a Klip será uma carteira digital que gerencia informações de usuários e ativos digitais. Especificamente, ele suportará o Klay, o token nativo do blockchain Klayton da empresa, e tokens relacionados baseados em seu padrão KRC-20. A empresa sugere que os ativos digitais listados poderão ser enviados para os contatos dos usuários no KakaoTalk em tempo real, como acontece com o produto Kakao Pay.



O Klayton entrou no ar na sua rede principal em 27 de junho, com o GoundX dizendo que possui tempos de resposta rápidos no nível de serviços da web legados.

A página do teaser da Klip também mostra vários logotipos de serviços de parceiros do app descentralizado (dapp), como o Hintchain, um projeto de recomendação de alimentos. Kakao disse que os usuários podem manter e gerenciar criptomoedas dadas como recompensas pelo uso desses dapps na carteira Klip.

O armazenamento e a comercialização de outros ativos digitais serão adicionados no futuro, incluindo tokens não fungíveis (NFTs) baseados no Klay ou colecionáveis ​​criptográficos. Itens adquiridos em jogos blockchain amigáveis ​​ao Klay serão criados como NFTs e poderão ser armazenados no Klip ou trocados com outros usuários, diz a informação.



A GroundX anunciou no mês passado que vários jogos blockchain usarão tokens do Klay, incluindo o Klayton Knights (Biscuit Labs), o Marvel Clans (Mix Marble) e o ExiInfinity (SkyMavis).

Como reflexo do projeto Libra do Facebook, Kakao também disse que será possível usar o Klip através do KakaoTalk sem instalar outros aplicativos, como o Kakao Page, Kakao Friends Shop e Kakao Game.

A empresa também afirmou que pretende melhorar a acessibilidade, disponibilizando a Klips diretamente da aba “Mais” do KakaoTalk e acrescentou que tem o objetivo de aumentar a adoção da tecnologia blockchain, permitindo que seus 50 milhões de usuários do KakaoTalk encontrem organicamente os serviços baseados no Klayton através da Klips.