Informações divulgadas pelo Coindesk, citando o site de carreiras da Mastercard, apontam que a empresa está procurando contratar vários cargos, como engenheiro sênior de blockchainlíder de engenharia , diretor de desenvolvimento e inovação de produtos,  vice-presidente de gerenciamento de produtos  e diretor de gerenciamento de produtos para criptomoedas e carteiras e outros, provavelmente para desenvolver produtos de criptomoedas e carteira (wallet).



descrição da vaga de diretor de gerenciamento de produtos para criptomoeda e carteiras, por exemplo diz que procura um profissional que “lidere a ideação, a definição, o design e o desenvolvimento de soluções inovadoras de criptografia, incluindo soluções de carteira”, e tenha experiência nesse campo.

Junto com o diretor de desenvolvimento de produtos e inovação, vice-presidente de gerenciamento de produtos, o diretor de carteiras é responsável pelo portfólio de patentes da Mastercard e apresentação de novos pedidos de patentes. Além disso, há poucas especificidades sobre o novo papel, mas a descrição do trabalho fala da indústria de criptografia de forma bastante favorável, perguntando a um candidato em potencial:

Você tem coragem de olhar nos olhos das forças disruptivas sem medo e manobrá-las para sua vantagem? 
Você tem o desejo de trabalhar na interseção de ponta de pagamentos e criptografias? 
Você tem a ambição de construir algo que possa narrar para seus netos? ”.

Se a resposta for sim, a Mastercard é o lugar certo para tal candidato, sugere a descrição.



A nova equipe de liderança supostamente defende os conceitos de blockchain dentro do próprio Mastercard. De acordo com a descrição dos cargos de diretor e vice-presidente, eles precisarão “estabelecer visão compartilhada em toda a empresa, influenciando e construindo consenso entre os vários interessados”.

A Mastercard é um membro do Libra Association – consórcio entre indústrias que apoia o lançamento da próxima criptografia do Facebook, Libra. O próprio Facebook agora está recrutando ativamente pessoal para sua carteira nativa, a Calibra, mas prometeu permitir a livre concorrência de carteiras dentro do ecossistema de Libra durante as audiências da Câmara e do Senado em julho.