A YOUNIQX Identity AG, uma subsidiária da fabricante oficial de passaporte da Áustria, anunciou na segunda-feira que lançou uma solução de criptografia para hardware conhecida como Chainlock Card, segundo informou o CCN. A empresa cita a pesquisa em vulnerabilidades de fraude cambial ou carteira quente como uma das principais razões para o desenvolvimento do produto.

A YOUNIQX afirma ter desenvolvido uma solução “à prova de falsificação” para armazenar Bitcoin e outras criptomoedas offline.

A empresa-mãe OeSD (Oesterreichische Staatsdruckerei) é uma empresa de alta segurança especializada em documentos emitidos pelo governo, como identidades pessoais e passaporte austríaco e utiliza características semelhantes na fabricação deste cartão. Por exemplo, gradientes de cor, impressões UV, e hologramas são todos apresentados nesta implementação. O Chainlock Card é supostamente mesmo à prova de água e resistente ao calor.

Os austríacos não gostam tanto de cartões de débito / crédito, para começar. Felizmente, existem muitos outros usuários na Europa e no mundo que fazem isso. A mudança permitirá que a YOUNIQX aproveite os consumidores mais familiarizados com os sistemas baseados em cartões.

Seu “primo” francês, Ledger, já tem uma importante vantagem na adoção de carteiras graças às suas carteiras de hardware estilo USB. A chave privada de Chainlock, no entanto, é lacrada na parte de trás do cartão e só é revelada ao usuário, afirma o comunicado de imprensa.

O principal processo de criação ainda está aguardando um pedido de patente, por isso ainda não está claro como a empresa impede que funcionários ou fraudadores tenham acesso a fundos de usuários. A empresa alega ainda que o produto é uma solução 100% offline e não pode ser hackeado através da Internet, NFC, WiFi, scammers de chave privada ou malware.

O cartão Chainlock está atualmente disponível em todo o mundo via Coinfinity ou em Cingapura através do Tokenize Exchange. Os cartões estão disponíveis apenas em Bitcoin ou Ethereum por enquanto e irão custar € 59,99 (cerca de $ 66). Também será preciso emparelhar com o aplicativo oficial para autorizar transações de saída com um código QR.